SUV DA JAC MOTORS, T6 É VISTO SEM DISFARCES EM AEROPORTO DE SP

Publicado em : 09/01/2014

Utilitário é o primeiro do tipo para a marca chinesa no Brasil.
Carro tinha placa de Camaçari, BA, onde a Jac constrói sua fábrica.

 

Principal lançamento da Jac Motors esperado para este ano, o SUV T6 foi visto sem disfarces no aeroporto de Guarulhos (SP), na última segunda-feira (6). "Na traseira não havia o nome do veículo. Mas, comparando o tamanho com o Kia Sorento que estava estacionado do lado, o T6 sera um carrão", comentou o internauta Leonardo Almeida Fonseca do Prado, de Barueri (SP), que enviou as fotos ao VC no AutoEsporte.

O carro tinha placa de Camaçari (BA), onde a JAC constrói sua primeira fábrica no Brasil, prevista para ser inaugurada no fim do ano.

Nota da Redação: Apresentado no Salão de Xangai 2013 ainda como conceito e chamado de S5, o T6 será revelado oficialmente durante o Salão de São Paulo, em outubro próximo. A marca chinesa expandirá sua gama de modelos e terá, enfim, um SUV, produto fundamental para qualquer montadora que sonhe com números de vendas mais expressivos.


FÁBRICA NO BRASIL QUER AJUDAR CHERY A TER 3% DO MERCADO

Primeira fábrica da Chery no Brasil será inaugurada em Jacareí nesta 5ª
Montadora chinesa anunciou que irá inaugurar unidade nesta quinta (28).
Unidade do Vale do Paraíba teve investimento de U$ 400 milhões.

A montadora chinesa Chery anunciou que irá inaugurar nesta quinta-feira (28) sua fábrica em Jacareí, no interior de São Paulo, a primeira da marca no Brasil e a única fora de seu país de origem.
Com o investimento de U$ 400 milhões na construção, a marca espera alavancar as vendas no país, alcançando 3% de participação no mercado brasileiro até 2018. Atualmente, no acumulado deste ano, a Chery tem 0,27% de participação em vendas de automóveis e comerciais leves, segundo dados da Anfavea, a associação das montadoras. Segundo os dados, alcançar 3% seria mais do que a Nissan tem atualmente, contando os emplacamentos de janeiro a julho deste ano, e seria o equivalente ao que as francesas Peugeot e Citrôen têm juntas.

A planta da Chery no Brasil fica em uma área de um milhão de metros quadrados em Jacareí, no Vale do Paraíba. Na mesma região, outras montadoras como Volkswagen, General Motors e Ford mantém parte de suas atividades no país. A fábrica, que começou a ser erguida em 2011, emprega atualmente 300 pessoas, mas a estimativa da montadora é de chegar a 3 mil funcionários entre 2017 e 2018.

De acordo com a Chery, a unidade vai produzir inicialmente o hatch compacto Celer, nas versões hatch e sedã, que atualmente é trazido da China. O Celer "brasileiro" deverá ter diferenças do modelo importado.
Em junho passado, a montadora divulgou uma foto do carro como uma unidade "artesanal" produzida em Jacareí (veja ao lado), uma vez que o maquinário ainda não estava todo instalado.
Após a inauguração, começa a fabricação em pré-série do modelo -cujos carros não serão colocados à venda. A produção dos veículos que serão comercializados só começa em dezembro. No primeiro ano de funcionamento, a montadora estima que 50 mil carros serão fabricados.
QQ e um SUV
Até 2018, a montadora espera aumentar o número de veículos fabricados para 150 mil por ano. No último trimestre de 2015, vai incluir na linha de produção outro hatch, o QQ, que também é importado atualmente e, na época de seu lançamento, em 2011, foi promovido como "o carro mais barato do Brasil".
Em Jacareí deverá ser fabricada a nova geração (veja avaliação), lançada em 2013 no Salão de Xangai, e que, primeiramente, será importada para o mercado brasileiro.

A partir de 2016 um SUV será produzido na unidade, mas a Chery não confirma se será o Tiggo, que já é vendido no Brasil, também vindo da China, ou se haverá um projeto exclusivo para o mercado brasileiro.
Motores
Além da unidade para fabricar carros, a montadora investiu US$ 130 milhões na implantação de uma fábrica de motores também em Jacareí. A unidade pode gerar mais 800 postos de empregos diretos na cidade e está instalada em uma área a cerca de 5 km da fábrica de veículos.

Segundo a Chery, a unidade será responsável por abastecer a produção de veículos da montadora e segue basicamente o mesmo cronograma da fábrica de veículos. Na unidade, serão desenvolvidos motores 1.0 e 1.5 que serão utilizados no Celer.

29/08/2014 Veja mais

HARLEY-DAVIDSON LANÇA LINHA 2015 NOS EUA E INCLUI TRICICLO

Harley-Davidson lança linha 2015 nos Estados Unidos
Entre as novidades, estão a volta da Road Glider e o triciclo Freewheeler.
Demais modelos sofreram pequenas alterações visuais e mecânicas.

A Harley-Davidson apresentou nesta terça-feira (26), a linha 2015 de motocicletas nos Estados Unidos. A principal novidade é a volta da bagger Road Glide, que ficou fora do catálogo por um ano. Agora, a moto ganhou nova carenagem fixa, faróis duplos de LED, enquanto o guidão tem um novo ângulo, além de estar mais recuado. Na versão Special, a Road Glide possui freios ABS, suspensão ajustável e sistema de entretenimento Boom!.
Outro lançamento é o triciclo Freewheeler. Ele possui estilo custom, com traseira de perfil baixo e alongado e para-lamas tipo bobtail. Nos demais modelos, as alterações foram mais discretas, como na CVO Street Glide, que tem novo sistema de som Boom!, e a Ultra Limited Low, que ganhou banco mais baixo.
Há oito cores inéditas no catálogo, além de novos acessórios, disponíveis para toda a linha. Nos Estados Unidos, a linha 2015 da Harley já está nas lojas.

 

29/08/2014

VOLVO XC 90 COMEÇARÁ A SER VENDIDO APENAS PELA INTERNET

A Volvo revelou nesta terça-feira (26) a nova geração do SUV XC90, modelo que marca a estreia da plataforma global da empresa (feita em parceria com a Geely, sua atual proprietária), chamada de Scalabre Product Architecture (SPA).

"Esse é um dos dias mais importantes da nossa história. Não estamos lançando um carro, mas sim relançando nossa marca. O XC90 abre caminho para um novo portfólio de carros que chegarão nos próximos anos", explica Hakan Samuelsson, presidente mundial da empresa.

O XC90 2015 é o primeiro carro a trazer a nova identidade visual da Volvo, que também servirá de base para a próxima geração de carros da marca. Sua apresentação oficial está agendada para o Salão de Paris, que acontece em outubro.

MOTOR
O SUV oferece quatro opções de motores, sempre com quatro cilindros e 2 litros: T5 (254 cv e 35,7 kgfm de torque a gasolina); T6, com turbo e compressor (320 cv e 40,8 kgfm); D4 (190 cv e 40,8 kgfm turbodiesel); D5 (225 cv e 47,9 kgfm, também a diesel); e T8, versão híbrida (recarregável em fonte externa), que soma um motor elétrico e faz o carro chegar a 400 cv e 65,3 kgfm de torque (gasolina).
O câmbio é sempre automático de oito marchas.

SEGURANÇA
Entre os itens de segurança o carro inclui um pacote de proteção para saídas não intencionais da pista e o sistema de frenagem automática em cruzamentos. O XC90 também é cotado a ser um dos primeiros carros autônomos da Volvo.
"Essas novas tecnologias vão nos levar um passo à frente. Não teremos nenhuma vítima fatal ou ferida gravemente dentro de um novo carro da marca até 2020", avisa Peter Mertens, vice-presidente de pesquisa e desenvolvimento.

INTERIOR REFINADO
A parte interna do carro é "a mais luxuosa já desenhada para um Volvo", diz a marca. O painel central tátil, elemento principal do sistema de controle do carro, é livre de botões, por exemplo. A qualidade é de primeira, de acordo com a marca.

Uma edição inicial de 1.927 unidades (referência ao ano de fundação da Volvo), chamada de First Edition, será vendida apenas pela internet e terá o motor de 320 cv e detalhes exclusivos de acabamento(incluindo uma numeração exclusiva da série na soleira das portas). A loja online iniciará as vendas no dia 3 de setembro, às 11h (horário de Brasília).
Foto: Divulgação
São sete lugares espaçosos, até mesmo para os passageiros da terceira fileira, com conforto para ocupantes "de até 1,70 metro".
Além disso, o ar-condicionado tem quatro zonas de resfriamento, o sistema multimídia oferece reconhecimento de voz e o áudio usa alto-falantes da marca Bowers&Wilkins, além de um amplificador de 1.400 watts.

 

29/08/2014

NEM LANÇAMENTOS, NEM IPI MENOR ELEVAM VENDAS NO PAÍS

Vendas diárias são as piores desde fevereiro de 2012

Passa a Copa e mercado não se recupera: agosto vende apenas 11.950/dia; Gol mantém liderança

Passou a Copa, começou a época dos lançamentos, das novidades, a chegada da linha 2015, a expectativa do Salão do Automóvel em outubro.

E o governo já garantiu que não vai retornar o IPI para carros de passeio até dezembro.

Tudo isso, no entanto, não está sendo suficiente pra animar o mercado. As vendas neste mês continuam fracas. Foram vendidos até agora 191 mil carros. Isso em três semanas.

A média diária, de 11.950 unidades é a pior desde fevereiro de 2012, conforme números parciais do Renavam.

A tendência é de uma pequena melhora nesta última semana, mas o mês de agosto já está condenado a ser um dos piores dos últimos anos.

Entre as montadoras, recuperação da Volkswagen e queda da GM: a Volks tem 19,5 % e a GM 15%. A Fiat lidera com 21,5% das vendas totais de carros e comerciais leves.

O Gol mantém a recuperação, está em primeiro lugar por enquanto, com 650 unidades na frente do Palio. A Strada está em terceiro.

 

29/08/2014 Veja mais

FLAGRA! NOVA HILUX SEGUE EM TESTES

Nova geração será lançada no fim do ano na Ásia e no fim de 2015 no Brasil

Prevista para o fim do ano, a nova Toyota Hilux continua a circular em testes. Desta vez ela foi flagrada rodando no trânsito da Tailândia, País responsável pelo desenvolvimento da nova geração e que será o primeiro a receber a novidade.

Uma das grandes críticas sobre a Hilux era o seu espaço interno, problema que os engenheiros trabalharam para resolver com o aumento da distância entre-eixos. Essa mudança tem mais um efeito: deixa a picape com uma posição de dirigir mais parecida com a de um carro.

Os tailandeses não são muito diferentes dos brasileiros e também usam a picape mais na cidade do que nas fazendas. Por isso, a nova Hilux tem rodas relativamente pequenas e uma suspensão preparada para os buracos e lombadas das selvas de pedra.

A nova picape média da marca japonesa será fabricada em Zárate para toda a América Latina, com um investimento de US$ 800 milhões. Sua apresentação internacional será no ano que vem, na Tailândia. Em seguida, passará a ser feita Argentina, em 2015, numa segunda etapa do lançamento. Finalmente, no Brasil, o utilitário desembarca apenas no final do ano que vem, como parte da linha 2016.

 

29/08/2014 Veja mais

AUDI INICIA VENDAS DO S3 SEDAN POR R$ 207.980

15/08/2014 Veja mais

DODGE DIZ QUE CHARGER HELLCAT É SEDÃ MAIS RÁPIDO DO MUNDO

15/08/2014 Veja mais

PORSCHE TERÁ 918 SPYDER, TARGA E NOVO CAYENNE NO SALÃO DE AUTOMÓVEL

15/08/2014 Veja mais

PRIMEIRAS IMPRESSÕES: MERCEDES-BENZ CLASSE C 2015

15/08/2014 Veja mais

GM ANUNCIA INVESTIMENTO DE R$ 6,5 BILHÕES NO BRASIL NOS PRÓXIMOS 5 ANOS

15/08/2014 Veja mais
VoltarHome
renavi@renaviautopecas.com.br